O Significado da Pirâmide e o Olho Que Tudo Vê‏

31/01/2011 22:33

 

Olho da Providência

Olho que Tudo Vê é um símbolo exibindo um olho cercado por raios de luz ou em glória, normalmente dentro de um triângulo. Costuma ser interpretado como a representação do olho de Deus observando a humanidade.

Parte de uma série de artigos sobre
Maçonaria
Maçom
 
 

[] Origem

Na sua forma actual, o símbolo apareceu primeiro no oeste durante os século 17 e 18, mas representações do Olho que Tudo Vê pode ser encontrado já na Mitologia Egípcia, no Olho de Hórus. Em descrições do século XVII como o Olho da Providência algumas vezes aparece rodeado de nuvens. A adição posterior de um triângulo normalmente é visto como uma referência mais explícita da Trindade de Deus, no Cristianismo.

O olho de Ra, a principal divindade dos egípcios, também chamado de Olho de Horus
alquímica em entalhe de madeira, mostrando o Olho que Tudo Vê de Deus flutuando no céu.
A versão Cristã do Olho da Providência, ênfase no triângulo representando a Trindade.
O Olho que Tudo Vê aparece na torre da Catedral de Aachen.
Uma versão do olho, em St. Petersburg,

 

[] Estados Unidos

Em 1782 o Olho da Providência foi adoptado como parte do simbolismo no verso do Grande selo dos Estados Unidos da América.O Olho foi introduzido pelo comitê original do projeto em 1776, e foi desenvolvido de acordo com as sugestões do consultor artístico Pierre Eugene du Simitiere. Um dos principais motivos é sua larga adoção pela Maçonaria e, sendo maçons os legisladores estadunidenses foi o seu uso difundido.
No selo, o Olho é cercado pelas palavras Annuit Cœptis, querendo dizer "Ele [o Olho da Providência] é favorável aos nossos empreendimentos" (tradução livre). O Olho está posicionado acima de uma pirâmide inacabada com treze passos, representando a origem dos treze estados e o crescimento futuro do país. A combinação sugerida seria a de que o Olho, ou Deus, favorece a prosperidade dos Estados Unidos.
O Grande Selo é usado para endossar documentos oficiais de Estados Unidos. Como tal, é reproduzido, junto com o Olho de Providência, nas costas de cada nota de um dóllar.

Uma versão Maçônica do Olho de Providência com nuvens em um semi-circulo de luz.

[] Maçonaria

O Olho que Tudo Vê também aparece como parte da iconografia da Maçonaria. O Olho que Tudo Vê é então um lembrete para os Maçons de que sempre são observados pelo Grande Arquiteto do Universo. Tipicamente o Olho Maçônico da Providência tem um semi-círculo de luz sob o olho — frequentemente com os raios incidindo para baixo. Às vezes, um triângulo é incluído ao Olho, mas isto é visto como uma referência à preferência do Maçom para o número três em numerologia. Outras variações do símbolo também podem ser achadas, com o olho sendo substituído pelas letras ‘G’, representando o Grande Arquiteto.
A primeira referência Maçônica oficial ao Olho está em O Monitoramento Maçônico por Thomas Smith Webb em 1797, alguns anos depois que o Grande Selo foi projetado. O uso Maçônico do Olho em geral não incorpora uma pirâmide, embora o triângulo seja incluído freqüentemente é interpretado como sendo parte.
Dos dezesseis signatários da Constituição norteamericana, somente nove Benjamin Franklin, William Ellery,John Hancock, Joseph Hewes, William Hooper, Robert Treat Paine, Richard Stockton, George Walton e William Whipple eram maçons.[1] O jornal do website Escocês The Scottish Rite Jounarl cita Henry A. Wallace como segue, dizendo que após ter visto o quadro do Grande Selo, levou-o ao Presidente: Roosevelt, olhou a reprodução colorida do Selo, e o primeiro detalhe a lhe chamar a atenção foi a representação do Olho que Tudo Vê — uma representação Maçônica do Grande Arquiteto do Universo. A seguir, ficou impressionado com a idéia que a fundação para a nova ordem havia sido inscrita como 1776, mas seria completada somente sob o olho do Grande Arquiteto. Roosevelt, era maçom do 32.º grau. E sugeriu então que o Selo fosse posto na nota de dólar. [2] A universidade do Estado de Iowa tem uma coleção de fotografias um dólar com as palavras “Um Símbolo do Novo Negócio. Henry A. Wallace”. [3]

[] Cao Dai

Uma nova seita religiosa no Vietnam chamada Cao Dai, bem como outros tipos de seitas, usam o Olho(especificamente, o olho esquerdo) dentro de um triângulo para representar Deus.

[] Illuminati

Atualmente, alguns conspiradores fazem referência ao símbolo com suas organizações, especialmente Adam Weishaupt] Bavarian's Illuminati. Este é possivelmente o único contexto em que o Olho é mostrado encaixado realmente em uma pirâmide.

[] Uso atual

O Olho da Providência na nota de um dólar
  • No Brasil, o olho dentro de um triângulo é também um selo de marketing muito antigo e de propriedade das extintas Industrias de Fósforos Fiat LUX.
  • O olho dentro ou na ponta de um triângulo quer dizer alinhamento (mira) e tem origem em assuntos ligados a navegação astronômica.
  • 0

     

     
    O projeto do Grande Selo passou por três comissões, onde inúmeras idéias foram apresentadas. Parecia haver um consenso em torno da utilização de uma pirâmide que contém exatamente treze etapas ou a representação do “Eye of Providence”. Aqui estão as conclusões mais importantes.

     
    Sketch du Simitiere. A proposta apresentada durante a primeira comissão manchete “O Olho da Providência em um triângulo radiante, cuja glória se estende a Proteção”
     
     
    Pirâmide Hopkinson’s em 1778. “Perrennis” significa “Com as eras”
     
     
    Proposta William Barton – Terceira Comissão

    Os Elementos escolhidos de entre as três comissões, foram selecionados e combinados para criar o selo oficial:
     
    Renderização reversa do Grande Selo
     
    Estas três pirâmides contem exatamente 13 degraus. Estão a representar originalmente as 13 colônias americanas?Seria somente isto? O número 13 também tem um importante significado esotérico: É um dos números sagrados da Maçonaria e uma figura importante na numerologia ocultista.
    O significadomístico do número 13, que freqüentemente aparece em cima o Grande Selo dos Estados Unidos, não está limitada ao número de colônias originais. O emblema sagrado antigo, aqui está composto por 13 estrelas, também aparece acima da cabeça da águia. “O lema, E Pluribus Unum, contém 13 letras, assim como também a inscrição, Annuit Coeptis. A “águia” tem em sua garra direita um ramo rumo 13 folhas e 13 bagas e na sua esquerda um maço de 13 flechas. O rosto da pirâmide, exclusiva do painel que contém a data, é composto por 72 pedras dispostas em 13 linhas. “
    Fonte: História do Hunt, do Selo dos Estados Unidos
    O  ”Olho que tudo vê” e a pirâmide são típicos símbolos maçônicos e pode ser encontrada em inúmeros casos.
     
    Monumento Maçônico em Israel com o Olho Que Tudo Vê na parte superior da pirâmide
     
    Pois bem, entenas de outras imagens podem ser exibidas aqui. A alegação de que o reverso do Grande selo não tem nenhuma ligação com as ordens ocultistas é simplesmente inconcebível. Manly P. Hall, maçom de grau 33 e considerado “o maior filósofo maçônica” escreveu:
    “Se alguém duvida da presença de maçons e de influências ocultas no momento em que o Grande Selo foi projetado, ele deve ter em devida conta as observações do professor Charles Eliot Norton, de Harvard, que escreveu sobre a pirâmide inacabada e o Olho Que Tudo Vê, que adornada no verso do selo, como se segue: “O dispositivo aprovado pelo Congresso, é praticamente incapaz de tratamento eficaz, mas dificilmente pode (mas artisticamente tratados pelo designer) olhar de outra forma e não como um emblema maçante de uma fraternidade maçônica.”
     
    Ele continua sobre o assunto.
    “Não só eram maçons, os fundadores do Governo dos Estados Unidos , como receberam ajuda de grupos secretos existentes na Europa, o que ajudou a estabelecer este país para uma finalidade peculiar e especial que só é conhecido a poucos iniciados. O Grande Selo é a assinatura deste corpo, exaltado, invisível e desconhecido para a maioria, e a pirâmide inacabada sobre seu reverso.
    É um ”testemunho” , que estabelece, simbolicamente a tarefa para a realização do qual o Governo dos Estados Unidos foi dedicado a partir da data da sua criação. “
  • olho27                                                                                                                   
    Para aqueles de nós que conhecem o ocultismo e os Illuminati muito bem, o elemento que se destaca acima dos outros é o “Olho Que Tudo Vê”. Esse é o mais importante símbolo dos Illuminati, pois exemplifica o poder sobrenatural que recebem de Lúcifer, o próprio Satanás. Como você pode ver no símbolo no verso da nota de um dólar, o típico “Olho Que Tudo Vê” está retratado na forma de uma pirâmide,  pairando sobre a pirâmide incompleta que representa o projeto inacabado de conduzir o mundo rumo à Nova Ordem Mundial e colocar em cena o Cristo maçônico.

    Portanto, os satanistas acreditam que esse o “Olho Que Tudo Vê” é um poderoso amuleto protetor. Assim, esse olho está sendo usado corretamente de acordo com a doutrina satânica.

    Depois, observe que a maioria desses olhos são todos do mesmo tipo — no olho esquerdo!

    "Já que o olho que tudo vê representa o Osíris egípcio, vejamos quem é Osíris. Ele cometeu incesto com sua irmã Ísis, o que resultou no nascimento de Hórus... o deus egípcio dos mortos, bem como um deus-sol... Osíris é conhecido por muitos outros nomes em outros países... Na Trácia e na Grécia, era conhecido como Dionísio, o deus dos prazeres, das festas e do vinho... Os festivais realizados em homenagem a Dionísio freqüentemente resultavam em sacrifícios humanos e ritos sexuais orgiásticos. Os frígios conheciam Osíris como Sabásio, e ele era adorado como a divindade solar (um deus-sol) que era representada por chifres e tinha como emblema uma serpente. Em outros lugares, ele era conhecido por outros nomes: Deouis, Júpiter-menino, Órion, Saturno, Plutão-menino, Iswara, o Alado, Ninrode, Adônis, Hermes, Prometeu, Poseidon, Butes, Dardano, Hímero, Ímboro, Iaso, Zeus, Iaco, Hu, Thor, Serapis, Ormuz, Apolo, Tamuz, Atus, Hércules, Xiva (ou Shiva), Moloque e, acredite se quiser, BAAL!" [Burns, Masonic and Occult Symbols Illustrated, pág. 359; ênfase no original].

    Maçonaria Na nota de um dóllar


    Essa última revelação é bastante nefasta, não é mesmo? O Olho Que Tudo Vê representa o demoníaco deus Baal, cuja adoração foi condenada por Deus em termos inquestionáveis. Deus repetidamente ordenou aos reis fiéis que combatessem a adoração a Baal em Israel, executando os sacerdotes e destruindo os obeliscos e demais artefatos de adoração. [Jeremias 19:5; 32:35] Veja como Deus argumenta contra a adoração a Baal:

    "E edificaram os altos de Baal, que estão no vale do Filho de Hinom, para fazerem passar seus filhos e suas filhas pelo fogo a Moloque; o que nunca lhes ordenei, nem veio ao meu coração, que fizessem tal abominação, para fazerem pecar a Judá." [Jeremias 32:35].

    Deus condena a adoração a Baal em termos inquestionáveis, uma adoração associada ao Olho Que Tudo Vê.

    Entretanto, a Maçonaria não encontra problemas em reverenciar o Olho Que Tudo Vê! Veja o que os próprios autores maçons dizem, a começar por Albert Pike:

    "A Estrela Flamejante (o pentáculo) é considerada um emblema da Onisciência, ou do Olho Que Tudo Vê que, para os iniciados egípcios, era o emblema de Osíris, o Criador." [Pike, Morals and Dogma, págs. 16-26].

    Assim sendo, o Olho Que Tudo Vê é o símbolo da onisciência do deus-sol, Lúcifer, a quem eles adoram. Esses olhos que tudo vêem representam a onisciência de Hórus, que é Lúcifer nos mistérios satânicos egípcios. O autor maçom Carl Claudy escreveu: "Esse é um dos mais antigos e mais difundidos símbolos para representar Deus. Nós o encontramos no Egito, na Índia... O Olho Aberto do Egito representava Osíris. Na Índia, Xiva é representado por um olho." [Carl Claudy, Introduction To Freemasonry: Entered Apprentice, Fellowcraft, and Master Mason Complete In One Volume (Introdução À Maçonaria: Aprendiz Iniciado, Companheiro e Mestre Maçom Completo em Um Volume).

    Vejamos o que um site ocultista diz sobre a representação desse olho:

    O olho que tudo vê, olho da Providência ou all seeing eye é a representação do grande poder da onisciência divina. Simboliza a penetração em tudo, a impossibilidade de escapar da vidência Divina. Tem estreita ligação com o símbolo maçônico conhecido como Delta radiante, figura de um triângulo eqüilátero radiante com um IOD ou olho em seu centro (símbolo da divindade). Muito similar ao olho da Sabedoria de Horus. É o símbolo máximo presente em um Templo. No selo da nota de um dólar Americano encontramos uma peculiar representação deste: O significado do número 13, que aparece em cima deste símbolo, não é limitado ao número das colônias originais. O emblema secreto dos neófitos antigos, composto aqui de 13 estrelas, aparece também acima da cabeça da "águia." O moto, E Pluribus Unum ("De muitos, um"), contem 13 letras, como também a inscrição, Annuit Coeptis ("Anunciando o nascimento da") A "águia" carrega em sua garra direita 13 folhas e 13 bagas e em sua garra esquerda um feixe de 13 setas. A pirâmide consiste em 72 pedras arranjadas em 13 fileiras Sabe-se que o número 13 é o número da morte no tarot, símbolo este de mudança e rompimento com o passado, Transformação radical, renascimento, Libertação dolorosa, Novas perspectivas.
    macon                                                                                                                                                   Alguns não acreditam que a Maçonaria tem ligação com esse simbolo, mas leia o que a própria Wikipédia diz sobre esse simbolo:

    …o “Olho que Tudo Vê” também aparece como parte da iconografia da Maçonaria. O Olho que Tudo Vê é então um lembrete para os Maçons de que sempre são observados pelo Grande Arquiteto do Universo. Tipicamente o Olho Maçônico da Providência tem um semi-círculo de luz sob o olho — frequentemente com os raios incidindo para baixo. Às vezes, um triângulo é incluído ao Olho, mas isto é visto como uma referência à preferência do Maçom para o número três em numerologia. Outras variações do símbolo também podem ser achadas, com o olho sendo substituído pelas letras ‘G’, representando o Grande Arquiteto. A primeira referência Maçônica oficial ao Olho está em O Monitoramento Maçônico por Thomas Smith Webb em 1797…

    Vejamos alguns artistas que fazem parte dessa “coincidência” :
    olho1 olho2 olho11 olho13
    olho15  olho4 olho5 olho17 olho26

    olho7  olho10 Cenário de um dos clipes de Shakira

    olho12

    olho28  olho14

    olho16  olho20

     olho21

    olho22

    olho23
    olho25                                                                                                                        
    E alguns ainda falam que Lady Gaga não faz nenhuma mensagem subliminar :
    olho6 olho8
    olho18 olho19
    olho24 olho27

    Claro que se você tirar uma foto que saia somente um dos seus olhos ou coisa parecida, é óbvio que você não é uma marionete ou coisa do tipo, mas lembre-se que em clipes, filmes e etc, tudo é arrumado e editado antes de ir para o ar. É exatamente isso que torna esses artistas marionetes, porque alguns podem até não saber, mas o fazem, trabalham para essa mídia. E essa midia na maioria dos casos contrata coreógrafos ou diretores satanistas ou ocultistas. Mas se você é mais um que acha que tudo isso é uma mera bobagem, e depois vem fazer comentários como o lendário “nada a ver”, você pode até escrever, mas o que estará dizendo não passa de um…olho9
    -